7 curiosidades sobre Nilmar

Revelação do Internacional, Nilmar surgiu no início do século como uma das principais revelações do futebol brasileiro. Vindo da base do Matsubara, do Paraná, o jogador logo virou xodó no Beira-Rio, e foi vendido para o Lyon, da França. A carreira do atacante foi repleta de curiosidades dentro e fora do campo.

Confira as 7 curiosidades da carreira de Nilmar:

  1. Gols de título: em 2004, aos 18 anos, Nilmar ganhou o bicampeonato gaúcho fazendo o gol decisivo, do 2 a 1, diante do Ulbra, então campeão do interior. Depois, na segunda passagem pelo clube, ele marcaria o gol que daria a taça da Sul-Americana ao Inter, em 2008.
  2. Campeão Brasileiro em 2005: sem sucesso na primeira passagem na Europa, o jogador foi emprestado ao Corinthians e fez parte do time que ganhou, apesar de todo o escândalo envolvido, o título nacional daquele fatídico ano.
  3. Melhor centroavante da América: o atacante foi eleito o melhor centroavante do continente sul-americano, em 2008, pelo prêmio ‘Melhores do Futebol’, do jornal uruguaio El País.
  4. Contratação mais cara da história do Villarreal: após uma boa segunda passagem no Beira-Rio, ele se transferiu para o clube espanhol, que fez o maior investimento de sua história naquela oportunidade, 16,5 milhões de euros.
  5. Jogador de seleção: talvez o ápice da carreira do atleta foi durante a era Dunga na seleção brasileira; com o treinador foi campeão da Copa das Confederações e convocado para a Copa do Mundo de 2010.
  6. Lesões: muito se atribui às lesões o fato do jogador não ter ido além na carreira. Dentre as contusões mais graves estão os rompimentos dos ligamentos dos dois joelhos, o direito em 2006 e o esquerdo em 2007.
  7. Depressão: fora de campo, o atacante sofreu com uma das principais doenças do século XXI, a depressão. Quando atuava pelo Santos, ele foi diagnosticado e precisou deixar de vez os gramados de futebol.

Comentários do Facebook

- Publicidade -